sábado, 15 de setembro de 2012

ARTISTAS DE ITABAIANA – Sostemar Matias

                                                       Sostemar Matias no Mamma Jazz (Foto: Rafael Passos)


Natural de Itabaiana, filho de Odésio Correia e Riselda Matias, nasceu na Rua Floriano Peixoto nº 74, antigo Alto dos Currais.

Influenciado pelo Gospel em sua infância, quando teve contato com a pulsação do jazz, do blues e dos ritmos brasileiros. “Eu lembro, quando garoto, subia na janela para ver passar a Escola de Samba de Zé Dudu do Botafogo, os índios, o boi e a burrica, os ursos que desfilavam no Alto dos Currais no carnaval. Lembro do rádio do meu avô Matias, que madrugava com os cantadores de coco, o baião de Luiz Gonzaga, a rítmica de Jackson do Pandeiro e dos repentistas”.

Aos 12 anos de idade, depois de concluir o primário no Colégio Nossa Senhora da Conceição, veio morar em João Pessoa, onde iniciou seus estudos de violão erudito com o músico conterrâneo Vital Alves. Na UFPB, descobre a viola clássica. Foi componente da Orquestra Infanto Juvenil da Paraíba, depois ingressou na Orquestra de Violões, regida pelo maestro cearense Gladson Carvalho.

Fez parte da primeira formação do grupo musical Mamma Jazz, juntamente com os conterrâneos Adeildo Vieira e Euclídes Aguiar. Como compositor, participou da primeira gravação do Mamma Jazz com a música “Nbombon”, parceria com o músico africano de Guiné Bissau Guilherme Semmedo. Foi homenageado em 2004 na IX Mostra de Dança das Escolas Municipais de João Pessoa pela música “Leveza na alma”, interpretada pela brilhante cantora paraibana Gláucia Lima. Participou da coletânea do Sesc/PB com a música “É o coco”, parceria com Guilardo Lima.

Atualmente, faz parte da direção do Mamma Jazz, violonista e guitarrista do trabalho musical de Guilardo Lima e banda, ministra aulas de guitarra e violão e vem aprofundando seus estudos de harmonia e improvisação com o professor Laerte Bandeira (Letinho).


Um comentário:

  1. Olá, Blogueiro!

    Viemos te convidar para a Mobilização Nacional pela Doação de Órgãos. Doar órgãos é um ato de amor e solidariedade que traz mais vida e qualidade em seus dias para quem recebe. No Brasil, é a própria família quem autoriza a doação em caso de morte encefálica comprovada. Por isso, a informação é fundamental. É preciso que as famílias saibam desta vontade e se sintam seguras ao tomar esta decisão.

    Abrace esta causa com a gente no Facebook:
    https://www.facebook.com/DoacaodeOrgaos
    E também estamos no Twitter:
    www.twitter.com/doeorgaos_MS
    O material da campanha para divulgação está disponível em:
    http://apps.facebook.com/doacao_orgaos/?fb_source=search&ref=ts
    Espalhe esse recado e nos ajude a aumentar o número de vidas salvas.

    Obrigada,
    Ministério da Saúde

    ResponderExcluir